Saúde  »  Medicina

O Que Seu Médico Não Sabe Sobre Medicina Nutricional Pode Estar Matando Você (8)

Continuando o resumo do Capítulo 2....

Qualidade de Vida

... meus pacientes hoje não estão tão preocupados com o número de anos que viverão ... E você? ... Quem quer viver até uma elevada idade sem poder reconhecer seus familiares, devido ao mal de Alzheimer? Quem anseia sofrer dores intensas nas articulações ou nas costas em função da artrite degenerativa? Os Estados Unidos estão sofrendo de mal de Parkinson, de degeneração macular, de câncer, de AVCs e de doenças cardíacas com uma freqüência sem precedentes.

Mais de 60 milhões de norte-americanos sofrem de algum tipo de doença cardiovascular (doenças do coração e dos vasos sangüíneos); mais de 13,6 milhões têm doença arterial coronariana. Embora tenha ocorrido um decréscimo no número de mortes por doenças cardiovasculares nos últimos 25 anos, esta ainda permanece a causa número um de mortes nos Estados Unidos ... cerca de metade dessas mortes ocorre menos de uma hora após o ataque, muito antes de o indivíduo poder chegar ao hospital... Isso não nos dá muito tempo para fazer mudanças no estilo de vida.

Apesar da imensa quantidade de dinheiro expendida em pesquisas e tratamentos para o câncer, este continua sendo a segunda maior causa de mortes nos Estados Unidos ... tem havido um aumento contínuo no número de mortes por câncer ao longo dos últimos 30 anos.

... Os maiores avanços no tratamento do câncer surgiram graças ao diagnóstico precoce de certas formas de câncer

Meus pacientes com degeneração macular, uma doença crônica que afeta a visão, visitam seus oftalmologistas a cada seis meses, somente para ter uma outra consulta agendada para dali a seis meses. Eles ficam frustrados por saber que a única coisa que seu médico pode fazer é documentar o progresso de sua doença

Se você tiver um ente querido sofrendo do mal de Alzheimer, sabe muito bem da ineficácia dos tratamentos. Ver um pai perder lentamente o funcionamento razoável da mente e ficar aprisionado em seu próprio corpo é extremamente doloroso.

Se nós, médicos, formos realmente honestos ... teremos de admitir que as opções de tratamento que oferecemos a muitos desses pacientes são, no mínimo, precárias. Não conseguimos atacar essas moléstias do modo como atacamos as doenças infecciosas.

Acho preocupante a atitude prevalecente entre os pacientes de hoje ... vêem a medicina moderna como sua salvadora, e os medicamentos como sua cura... é só depois de adoecerem que ... percebem como nossos tratamentos são ... ineficazes.

Um de meus amigos mais chegados me disse no último mês que deseja simplesmente viver até morrer. É esse o seu desejo? É certamente o meu. Depois de praticar a medicina por mais de três décadas, acho altamente perturbadora a perspectiva da dor e do sofrimento que as doenças degenerativas crônicas podem trazer tanto para mim quanto para meus pacientes. É por isso que escrevi este livro; é por isso que recomendo a medicina preventiva em vez da medicina pós-problema. Mas preciso definir o que entendo por preventiva.

Leia Mais (no Vida Leve)

Hospedagem