Dia das Mães 2015

Existem mães para todos os gostos: altas, baixas, gordas, magras, brancas, negras, marrons, amarelas, vermelhas, louras, ruivas, castanhas. Importante: mãe é mãe. Existem mães de todas as formas: boas, más, chatas, cooperativas, compreensivas, irritantes, apressadas, lerdas, interessadas, desinteressadas, oportunas, inoportunas etc, etc. Importante: mãe é mãe.

Todas as mães gostam de presentes como vestidos, bolsas, sapatos, perfumes, joias ou bijuterias em forma de brincos, pulseiras, anéis, balagandans dos mais variados em qualquer dia, mas especialmente no dia delas, o segundo domingo do mês de maio.

Nesse dia, aliás, elas aceitam também quaisquer bugingangas ou mesmo desenhos com muitos corações. Nesse dia elas estão muito boazinhas. Em especial se você leva-las para almoçar fora (e pagar a conta).

Aproveite, então, para curti-las e amá-las, especialmente se for um lindo domingo de sol. Aproveite, pois amanhã é segunda-feira e começa tudo de novo: chatice, invencionice e todo o mais que eu não disse. Importante: mãe é mãe e, sobretudo, não deixe de amá-las, qualquer que seja o dia.

Elas, na sua imensa maioria, irão sempre amar você, por mais chato, cretino e absurdo que você possa ser. É o tal do amor, incondicionalmente, materno.

E, por falar em amor materno, lincamos abaixo um vídeo, cruel e comovente, que mostra esse instinto, por mais fera que a uma fêmea possa ser.

Veja Também (na internet)

Hospedagem