Molho de Tomate Caseiro

Aproveite quando o tomate estiver com preço baixo para fazer quantidades grandes e guardar em vidros no congelador. Dê preferência a tomates cultivados organicamente. Use panela de aço, alumínio é algo que se deve manter longe da cozinha (pelo menos pelas pessoas que pensam e agem em favor de sua saúde)

O molho leva, exclusivamente, tomate (2,5 kg), alho (3/4 de uma cabeça), sal a gosto (vá provando para saber quando está bom – detalhe: ao congelar o sal “puxa”), orégano e/ou manjericão a gosto.

Eu gosto muito de alho, então capricho. Se você não gostar tanto como eu use só meia cabeça. Macete de cozinheiro: separo os dentes do alho e deixo dentro de um copo com água enquanto vou fazer as coisas do molho. Ao tirar a casca ela sai fácil e rápido.

Dos tomates: tiro o ‘olho’ (ali se concentram os agrotóxicos, além de ser mais duro que o restante dele). Uso a ponta da faca e faço uma espécie de cone. Depois corto em quatro (longitudinalmente) e vou colocando na panela com o corte para baixo (a casca fica pra cima, para baixo ela pode 'pegar' na panela). Terminado de colocar todos, levo ao fogo médio. Não ponha água, pois o próprio tomate vai aguar bastante. Pouco no início, muito quando ele começa a cozinhar. Pode tampar a panela, mas no início dar umas espiadelas até ele começar a aguar, daí pode ser em fogo baixo.

Quando o fogo na panela do tomate é aceso eu me volto para o alho. Retiro a casca e reservo (sem picar - quem vai fazer isso é o liquidificador).

Volto aos tomates e, de vez em quando, dou uma mexida. Quando estão bem desmanchados levo ao liquidificador com o alho e o sal (costumo usar pouco), o orégano e o manjericão. Bato bem e volto à panela em fogo bem baixo (no meu fogão é quase apagando) deixo mais uns cinco minutos (sem tampar a panela) e está pronto. É só colocar nos vidros esterilizados, tampando em seguida. Deixar esfriar;.Deixe fora da geladeira até ser aberto para uso. Depois tem que ir para a geladeira. Se for demorar a usar coloque no congelador. Por ser um produto natural sem conservantes sua durabilidade, depois de aberto, é menor do que os que são envenenados pela indústria.

Quando quero um molho mais grosso, antes de ir ao liquidificador, eu deixo o caldo escorrer naturalmente, sem apertar, numa peneira. O caldo que é separado pode ir fora, mas eu gosto de tomá-lo quando esfria, há quem não gostará e vai fazer cara feia - rs).

Quando passo no liquidificador não tiro as sementes, mas, se você preferir, aproveite a separação do caldo para separá-las.

Estou esperando que você me diga como ficou, se teve alguma dificuldade em algum detalhe. Gostou?

Hospedagem