Novelas! (1)

Já me fizeram vários comentários sobre a irrealidade e absurdos das novelas. Não só quanto a comportamentos das pessoas, mas quanto a acontecimentos da “vida real”.

Costumo dar de ombros, sorrir ou comentar que “novela é novela, não vida real”. Não digo, mas seria o caso da pessoa interessada na realidade assistir documentário, não novela. Se bem que ainda assim hajam observações a fazer, pois há o que leve a pessoa a conclusões erradas e absurdas pela forma como ele é feito...

Algumas situações aparentemente impossíveis, por vezes, ocorrem. Nunca calhou alguma coincidência, algo inesperado com você? Comigo acontece com uma certa frequência e, por sorte, quase sempre positivamente.

Em relação a comportamentos humanos eu diria: “tudo é possível”.

A impressão que tenho é que os autores partem de comportamentos existnetes, colocam algum recheio e escrevem suas novelas. Há comportamentos que parecem absurdos, no entanto, acontecem. Existem! O noticiário, ou seja, aquilo que muitos costumam chamar ‘realidade’ nos mostra isso todos os dias. Ficamos, diante desses fatos, nos perguntando: por quê?

De repente, o que algumas novelas fazem de mais interessante é mostrar o lado psicológico das personagens. É uma grande vitrine expondo tipos nossos conhecidos, mostrando alguns outros tipos que não conhecemos, mas que reconheceremos se encontrá-los. Servem também como espelho cuja imagem muitos de nós fingimos não reconhecer ou disfarçar olhando para outro lado...

MOACYR WALDECK é psicólogo clínico (CRP 05-21093). Trabalhou com grupos de redução de peso, combate da ansiedade, compulsividade e estresse. Preparou vestibulandos para redução de estresse no período de provas, reforço de memória e aceleração de aprendizado. Foi instrutor de Relaxamento na SOHIMERJ, onde fez sua formação. - Tel.: (21) 9 9322-4691 – Rio de Janeiro/RJ - mowaldeck@yahoo.com.br - (veja mais)

Hospedagem