Encontro Possível, Desencontro Improvável

Quando duas pessoas vão em busca de um possível encontro, estão cobertas de expectativas. Ambas chegam com suas histórias individuais de vida (modelo de família, experiências, registros formados, valores e convicções), responsáveis pela escolha de determinada pessoa e não de outra. São as motivações internas, conscientes e inconscientes, que também vão ter papel preponderante nas relações e suas consequências.

Muitas vezes as pessoas idealizam o seu par e correm o risco de se iludirem acreditando que o encontraram, projetando o seu ideal no outro. Se a relação for baseada em percepções distorcidas a tendência será, futuramente, crises e desencontros. Portanto, a percepção correta do que o(a) outro(a) é capaz de ser, sem expectativas irreais, ou seja, perceber quando esperar do outro(a), o que ele(a) na verdade pode corresponder, é uma das condições principais para a construção de vínculos afetivos saudáveis.

Que esse encontro não tenha a pretensão de preencher o vazio existencial, que não tenha a responsabilidade de transformar dois seres em um, mas, cada um recuperando sua própria individualidade possa descobrir-se um ser inteiro. Derrubando barreiras e se expondo em novas experiências. Ser humano, integralmente, envolve mudança e crescimento, aprendendo e se permitindo falhar.

Construindo e desconstruindo elos afetivos, cada pessoa tem a chance de aprender que o ideal de relação não é o encontro de seres perfeitos, mas, a aceitação da imperfeição e admiração das qualidades.

Que possam aprimorar a comunicação para cuidar melhor da relação. A comunicação clara onde ambos se expressam e ambos se escutam, tornando a relação mais segura e confiável, permitindo construir “acordos de bom convívio” que transformam impasses e conflitos em possibilidades para criar soluções satisfatórias para todos. E que seja uma relação espontânea e prazerosa.

Leia Mais (no Vida Leve)

LÚCIA DE ROSE, psicóloga (1973), CRP 05-0795, formação em Psicodrama, terapeuta floral há 15 anos, pós graduada (Psicossomática), atuação em clínica há mais de 20 anos e por mais de 5 dirigindo o Portal Violeta - Espaço de Terapias Cultura e Arte (estudos, atendimentos terapêuticos, danças e oráculos, objetivando o bem estar, equilíbrio e a vida saudável nos aspectos físico, emocional, social, mental, energético e espiritual) - Rio de Janeiro/RJ * (21) 9875-6012 * luciaderose@yahoo.com.br

Hospedagem