Atraindo Bom Humor (2/2)

Emoções de raiva, mágoa ou ressentimento, angústia, medos, tristeza, preocupações excessivas, pensamentos negativos podem levar a conseqüências desagradáveis como dores no corpo, problemas orgânicos, sono alterado (excesso ou perda), falta de apetite ou apetite exagerado, isolamento e outros são caracterizados como sintomas psicossomáticos que vão influenciar profundamente no prazer de viver.

A melhor maneira de transformar o mau em bom humor é não levar a vida tão a sério, julgando menos os outros, sendo mais flexível e procurando modificar padrões de pensamento e comportamento, buscando lembranças, imagens e situações agradáveis e engraçadas. Nem sempre é fácil, mas é um exercício...

Experimente procurar perceber sempre o lado bom das coisas, das pessoas e da vida, buscar obter mais prazer e fazer o que gosta. Focar a atenção em hábitos saudáveis como ouvir música, dançar, cantar, praticar uma atividade física, isso já ajuda a descontrair e ficar mais alegre. Respirar melhor, caminhar, ter contato com a natureza, aprender a relaxar, fazer uma alimentação mais saudável, cuidar do corpo, da mente, das emoções e do espírito, podem auxiliar na transformação do mau em bom humor e sentir-se mais feliz.

Mas, se sozinho ficar difícil, quem sabe buscar a ajuda de um profissional pode auxiliar a elevar a autoestima, e encontrar novas formas de lidar com a vida?

Leia Mais (no Vida Leve)

LÚCIA DE ROSE, psicóloga (1973), CRP 05-0795, formação em Psicodrama, terapeuta floral há 15 anos, pós graduada (Psicossomática), atuação em clínica há mais de 20 anos e por mais de 5 dirigindo o Portal Violeta - Espaço de Terapias Cultura e Arte (estudos, atendimentos terapêuticos, danças e oráculos, objetivando o bem estar, equilíbrio e a vida saudável nos aspectos físico, emocional, social, mental, energético e espiritual) - Rio de Janeiro/RJ * (21) 9875-6012 * luciaderose@yahoo.com.br

Hospedagem