Seu Dia

A Liberdade guiaando o povo
(Detalhe = Delacroix , em wikipedia)
Poderemos considerar que os artigos que dizem respeito à mulher, que as incentivam, que as informam, sejam uma maneira de homenageá-las? Acreditamos que sim e, dessa forma, o VidaLeve as homenageia ao longo de todo o ano. Os poetas e as mulheres têm tudo a ver. Assim, transcrevemos um texto para mais um desses momentos (grifo ao final do texto é nosso).



Ser, Fazer e Acontecer - Gonzaguinha

Que uma mulher pode nunca nada

Isto eu já sei

É o grito da Dona moral

Todo dia no ouvido da gente

É que eu estou pela vida na luta

Eu também sei

E meu caminho eu faço

Nem quero saber que me digam dessa lei

Porque já sofri, já chorei, já amei

vou sofrer, vou chorar e voltar a amar

Porque já dormi, já sonhei e acordei

E vou dormir, vou sonhar, pois eu nunca cansei

É que sinto exatamente

Aquilo que sente qualquer um que respira

Uma perna de calça

Não dá mais direito a ninguém

De transar o que seja viver

E por isso EU PROSSIGO E QUERO

E GRITO NO OUVIDO DESSA TAL DE DONA MORAL

QUE UMA MULHER PODE NUNCA É DEIXAR

DE SER E FAZER E ACONTECER

Hospedagem