Academia dos Olhos: Perguntas mais freqüentes

1) A mais freqüente: funciona?

Resp.: Sim, mas depende de você, pois é preciso praticar os exercícios aprendidos. Além de Meir, outro usuário ilustre dos exercícios de Bates foi o escritor Aldous Huxley, que, pelos resultados obtidos, escreveu ‘A arte de ver’.

2) Por que quatro meses se os exercícios básicos não chegam a uma dúzia?

Resp: Os exercícios são, na maioria, simples. É necessário, que seus olhos e corpo se habituem a eles aos poucos, para evitar estresse. Este, aliás, é um dos motivos de degradação da visão. Experimentei turmas com três meses, mas, apesar dos resultados positivos, senti que alguma coisa útil ficou de fora.

3) Meu oftalmologista diz que não conhece exercícios que melhorem a visão, o que faço?

Resp. É uma pena, pois há outros que conhecem. Dentro da medicina e de suas especialidades há sempre divergências e preferências por essa ou outra técnica ou proposta. Veja a grande divisão existente é entre alopatas e homeopatas. Dentre as pessoas que participaram da Academia tive uma menina cuja oftalmologista sugeria que não se operasse, mas que se fizessem exercícios para resolver seu estrabismo. Optar por que caminho seguir será sempre uma decisão pessoal, quaisquer que sejam as opiniões. Meir não se limitou a escrever um livro (escreveu vários), mais do que isso criou uma instituição que tem melhorado a visão de milhares de pessoas mundo a fora.

4) Vou ter que continuar fazendo os exercícios depois que melhorar?

Resp. O que seu oftalmologista respondeu quando você lhe perguntou sobre usar os óculos todos os dias, sobre limpá-los (ou às suas lentes), sobre se futuramente você teria que trocá-los por outros com lentes mais potentes? O óbvio, sim. Talvez não com a mesma intensidade. No curso iremos trocar idéias de como tornar essa tarefa tão simples quanto deixar os óculos em cima do móvel na hora de dormir. Pegá-los no dia seguinte já é mais difícil, não? Quantas vezes você os esqueceu lã? Como foi esse dia para você? Se você esquecer de fazer os exercícios por um dia certamente que não terá problemas com as atividades do dia.

5) A turma já começou, espero a próxima?

Resp. Deixar de ir a uma aula não é problema, tanto que você tem a opção de adequar sua disponibilidade indo semana sim, semana não. Só fica ruim entrar do segundo mês em diante.

Leia Mais (no Vida Leve)

Veja Também (na internet)

Moacyr Waldeck é um entusiasta do Método de autocura de Meir Schneider. Participante, com Janaína Guerreiro e AnaLu Palma (Livro Falado), como facilitadores em oficinas para pessoas com dificuldades visuais (sérias) no SESC - Santa Luzia, dá continuidade ao trabalho iniciado por Analu. (21) 9322-4691 * mowaldeck@yahoo.com.br (veja mais)

Hospedagem