Diabéticos (ou não) - Dicas

A IMPORTÂNCIA DO IOGURTE

O consumo de alimentos ricos em vitaminas e minerais antioxidantes é importante na prevenção do câncer, da artrose, da artrite, do envelhecimento precoce, do aumento do colesterol, da tensão pré–menstrual e de outras doenças. Alguns minerais e vitaminas específicos melhoram a ação da insulina, promovem uma melhor qualidade do sono, ajudam a combater as dislipidemias, enquanto outros aumentam o percentual de massa muscular (massa magra) do corpo, atenuam sintomas do climatério, combatem a fadiga e até melhoram a performance sexual. Muitas vezes ingerimos esses micronutrientes nos alimentos ou através de suplementações, mas não os absorvemos adequadamente porque nossa flora intestinal está em desequilíbrio.

O iogurte é um alimento rico em lactobacilos, fundamentais para fortalecer nossas floras intestinais, promovendo assim um excelente aproveitamento das vitaminas e minerais os quais irão, adequadamente, cumprir seu papel no nosso organismo.



A IMPORTÂNCIA DA SOJA PARA OS DIABÉTICOS NA PREVENÇÃO DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES

Os pacientes com diabetis mellitus têm risco de apresentar doença cardiovascular duas a três vezes maiores do que os não diabéticos.

A doença cardiovascular é complexa e multifatorial. As dislipidemias, redução do HDL, aumento da LDL, hipertrigliceridemia, associadas à obesidade abdominal, hipertensão arterial, resistência insulínica, antecipam o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

A soja é um alimento funcional, nutracêutico com propriedades de reduzir os níveis de colesterol, triglicerídeos, LDL e aumentar o HDL, prevenindo ou retardando o surgimento de doenças cardiovasculares. A lecitina, substância presente na soja, é a responsável número um na prevenção da formação dos depósitos de gordura que acabariam por dificultar e restringir a livre circulação do sangue.



A MULHER DIABÉTICA NO CLIMATÉRIO

O climatério é o período da vida mulher que se inicia por volta dos 45 anos de idade. Nele ocorre a menopausa (a última menstruação).

A terapia de reposição hormonal (TRH), geralmente recomendada nesse período, oferece alguns riscos para a mulher diabética: aumento dos triglicerídeos, ativação da coagulação sanguínea, diminuição de fatores inibidores da trombose vascular, aumento da proteína C-reativa (favorecendo processos inflamatórios), aumento do peso, risco de câncer de endométrio etc.

Acompanhamento e medidas coadjuvantes ao tratamento da mulher diabética no climatério são muito importantes.

A atividade física é fundamental, pois reduz a obesidade, aumenta a massa muscular, diminui o LDL, aumenta o HDL, melhora a sensibilidade à insulina, melhora a auto-estima, melhora os estados de depressão, aumenta a resistência muscular (inclusive a do músculo cardíaco), aumenta a densidade óssea.

Uma alimentação adequada às necessidades individuais de cada mulher, associada à atividade física, proporcionará uma vida mais prazerosa e com mais qualidade.

Veja Também (na internet)

CLEONEIDE TAVARES DA COSTA é nutricionista (CRN 04-3263), graduada pela UFPB, pós-graduada em nutrição clínica pela UFF, tem cursos de aperfeiçoamento em Nutrição Ortomolecular, em Prescrição de Fitoterápicos em Nutrição em Estética e de atualização em Nutrição em Estética, Coordenadora dos Programas VAN e de Aleitamento Materno da Secretaria de Saúde de Teresópolis/RJ, Multiplicadora do IUBAAM e do HIAC, atende mulheres no Climatério em ambulatório da rede pública e rede privada, atende mulheres durante o pré-natal e nutrizes, quanto às técnicas de amamentação, na rede pública e privada, prestou consultoria a empresas em Teresópolis, atuou no spa do Le Cantón. * Teresópolis/RJ (21) 9290-9136 - cleo.nu.tri@hotmail.com (veja mais)

Hospedagem