Zen & Cia  »  Tarot

Tarô para o Autoconhecimento

O Tarô é um oráculo tão antigo que não temos como lhe definir uma origem precisa. Egípcios, indianos, chineses, hebreus e outros povos teriam concebido as cartas (arcanos, que significa mistério). Ele trabalha com uma linguagem simbólica e tanto serve como instrumento de adivinhação como ferramenta para o autoconhecimento.

A diferença entre um e outro é, digamos, de "profundidade". Na adivinhação, usada na cartomancia popular, ficamos restritos ao que a pessoa deve ou não fazer. No autoconhecimento, ou no Tarô usado com fins terapêuticos, vamos além, estudamos as características, os talentos e os desejos do indivíduo. Buscamos descobrir seus medos, suas dúvidas, enfim, o que impede de conseguir o que ele quer. Essa visão parte do princípio de que só uma mudança real de atitude (e/ou maneira de pensar) torna alguém feliz e realizado. A chave do sucesso e da felicidade está em nós. Nós podemos mudar, nós temos o livre arbítrio, nós determinamos o nosso destino.

A linguagem simbólica do Tarô foi mantida e difundida pela tradição oral. Mesmo se usado como diversão nos salões elegantes ou como instrumento de adivinhação nas feiras populares, seu significado mais profundo de autoconhecimento não se perdeu. Ao contrário, manteve-se vivo através dos iniciados, os que buscam a sabedoria.

Leia Mais (no Vida Leve)

CRISTINA BRITTO é terapeuta holística, formada em psicologia, e se dedica ao estudo e prática do Tarô desde 1994 - Rio de Janeiro/RJ - (21) 9214-2023 - magianavida@yahoo.com.br (veja mais)

Hospedagem