Homeopatia (1)

Há cerca de 200 anos, o médico Hahnemanm-Samuel Christian Friedrich (1755-1853), insatisfeito com os métodos usados na época, pesquisou um método suave e eficaz para o tratamento das doenças.

Observando e experimentando, Hanhnemanm estabeleceu os fundamentos da Homeopatia. Ela entende que a enfermidade (doença) não depende de um princípio material e sim de uma alteração dinâmica da força que anima o corpo do homem (força vital).

Com base no princípio SIMILIA SIMILIBUS CURANTUR (semelhante cura semelhante), apresenta-nos, então, um medicamento capaz de produzir sintomas patológicos e fisiológicos semelhantes aos da enfermidade, em doses pequenas (mínimas). Este medicamento estimula a força vital, e assim, a capacidade natural de recuperação do organismo.

O paciente que sofre qualquer enfermidade é examinado a fim de obter sinais e sintomas do seu estado patológico, fisiológico, peculiaridades, antecedentes e predisposições. A escolha minuciosa de um medicamento capaz de produzir sintomas semelhantes (no homem sadio), terá uma ação dinâmica sobre a força vital restabelecendo a harmonia e a saúde.

A homeopatia até os dias de hoje vem sendo difundida por vários países e por vários médicos e veterinários, comprovando a veracidade dos seus princípios.

Flávia Frazão de Souza é Farmacêutica (CRFRJ 4840) com especialização em Florais - (21) 9241-6056 - Teresópolis/RJ.

Hospedagem